Casa 312 m² - Alto Cafezal - Marília - SP - J14201

Este leilão foi finalizado.
Veja outros Leilão de Imóveis ou Leilão de Casas disponíveis.
FINALIZADO
2a Praça
  • Leilão Judicial
  • Leilão:
    ML06544
  • Lance inicial:
    R$ 329.520,50
  • Último lance:
    R$ 0,00
  • Incremento:
    R$ 5.000,00
  • Localização:
    Marília, SP
  • Inicio:
    18/07/2017 às 11:00
  • Término:
    08/08/2017 às 11:00
  • 1505 0
Localização Rua Prudente de Morais, 746, Alto Cafezal, Marília, SP
Vara 4ª Vara Cível do Foro da Comarca de Marília – SP
Fórum 4ª Vara Cível do Foro da Comarca de Marília – SP
Número do processo 0023297-57.2012.8.26.0344 (344.01.2012.023297) – controle nº 1520/2012
Autor CÁSSIA TEIXEIRA ASSEF
Réu FRANCISCO CEZAR NASSIF CAMPINO
Descrição
MATRÍCULA Nº 27.832 DO 1º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA COMARCA DE MARÍLIA/SP – Imóvel: Uma casa de tijolos sob nº 746 da Rua Prudente de Moraes, e o respectivo terreno compreendendo partes dos lotes nºs 06 e 07 da quadra nº 85 do Bairro Alto Cafezal, nesta cidade, medindo 13,00 metros de frente para a referida Rua Prudente de Moraes; por 24,00 metros da frente aos fundos, área de 312,00 metros quadrados; confrontando de um lado, com terrenos restantes dos lotes nºs 06 e 07; de outro lado, ainda com terrenos restantes dos lotes nºs 06 e 07; nos fundos com terrenos restantes do lote nº 07 e pela frente com a citada via pública. Consta no R.2 desta matrícula a instituição de usufruto vitalício à ADALBERTO COELHO CAMPINO e JENY CEZAR NASSIF CAMPINO. Consta na Av.3 desta matrícula a distribuição da ação supra. Contribuinte nº 234900. Débitos desta ação no valor de R$ 98.709,67 (dezembro/2016).

Valor da Avaliação: R$ 470.743,57 BRL (Quatrocentos e setenta mil, setecentos e quarenta e três reais e cinquenta e sete centavos) em 7/2017, que será atualizado até a data da alienação conforme tabela de atualização monetária do TJ/SP.

A descrição dos lotes é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. Os bens serão vendidos no estado em que se encontram. Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.

Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.
UsuárioAutomático PlacaCriado em Valor do lance ComissãoTotal
Nenhum resultado encontrado.
DescriçãoUsuárioCriado em
Nenhum resultado encontrado.