Apartamento 61 m² - Vila Guilherme - São Paulo - SP - J28357

Este leilão foi finalizado.
Veja outros Leilões de Imóveis ou Leilões de Apartamentos disponíveis.
FINALIZADO
Praça única
  • Leilão Judicial
  • Leilão:
    ML09895
  • Lance inicial:
    R$ 214.116,94
  • Último lance:
    R$ 0,00
  • Incremento:
    R$ 2.000,00
  • Localização:
    São Paulo, SP
  • Inicio:
    19/11/2018 às 16:00:00
  • Término:
    12/12/2018 às 16:00:00
  • 1792 0
Localização Rua Capitão Luís Ramos, 12, Vila Guilherme, São Paulo, SP
Vara 8ª Vara Cível do Foro Regional de Santana/SP
Fórum 8ª Vara Cível do Foro Regional de Santana/SP
Número do processo 0135756-38.1987.8.26.0001
Autor BRADESCO S/A, CRÉDITO IMOBILIÁRIO (BANCO BRADESCO S/A)
Réu IVANI MARIA JORDÃO STELLA e outros
Descrição
MATRÍCULA Nº 22.427 DO 17º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE SÃO PAULO/SP - IMÓVEL: Apartamento nº 23-B, localizado no 2º andar, Bloco 02, do “Conjunto Residencial Lamelas", situado à Rua Capitão Luiz Ramos, nº 12, no 47º Subdistrito-Vila Guilherme, com a área útil de 61,56m2, a área comum de 42,618m2, já incluída a vaga para guarda de carro na garagem, perfazendo a área total de 104,178m2, correspondendo-lhe no terreno do edifício a fração ideal de 1,04166%. Consta no R.02 e Av. 03 desta matrícula que o imóvel objeto desta matrícula foi dado em hipoteca a BRADESCO S/A, CRÉDITO IMOBILIÁRIO (BANCO BRADESCO S/A). Consta na Av.05 desta matrícula a penhora exequenda do imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeado depositário HUMBERTO STELLA FILHO. Contribuinte nº 304.016.0638-1. Consta no site da Prefeitura de São Paulo/SP débitos inscritos na Dívida Ativa no valor de R$ 14.624,10 e que o mesmo é isento de IPTU para o exercício atual (17/10/2018).
Valor de Avaliação: R$ 214.116,94 (Duzentos e quatorze mil, cento e dezesseis reais e noventa e quatro centavos) em 12/2018, que será atualizado até a data da alienação conforme tabela de atualização monetária do TJ/SP.

A descrição dos lotes é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. Os bens serão vendidos no estado em que se encontram. Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.

Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.
UsuárioAutomático PlacaCriado em Valor do lance ComissãoTotal
Nenhum resultado encontrado.
DescriçãoUsuárioCriado em
Nenhum resultado encontrado.