50% de Imóvel Comercial 912 m² - Vila Albertina - São Paulo - SP - J19612

Este leilão foi finalizado.
Veja outros Leilões de Imóveis ou Leilões de Imóveis Comerciais disponíveis.
FINALIZADO
2a Praça
  • Leilão Judicial
  • Leilão:
    ML08203
  • Lance inicial:
    R$ 1.411.797,47
  • Último lance:
    R$ 0,00
  • Incremento:
    R$ 10.000,00
  • Localização:
    São Paulo, SP
  • Inicio:
    07/05/2018 às 15:30
  • Término:
    29/05/2018 às 15:30
  • 1325 0
Localização Rua Ribeiro de Morais, 211, Vila Albertina, São Paulo, SP
Vara 1ª Vara Cível do Foro Central da Comarca da Capital/SP
Fórum 1ª Vara Cível do Foro Central da Comarca da Capital/SP
Número do processo 0204044-55.2012.8.26.0100
Autor BANCO BRADESCO S/A
Réu EDMILSON MAZZON GARCIA
Descrição
Parte Ideal (50%) do Imóvel da Matrícula nº 46.264 do 8º Cartório de Registro de Imóveis de São Paulo/SP - IMÓVEL: Uma casa residencial situada à Rua Ribeiro de Moraes ou Ribeiro de Morais, nº 211, antigo nº 50, antes Rua “I”, e seu respectivo terreno, constituído pelo lote nº 447 da quadra nº 24 da Vila Albertina, no 4º Subdistrito - Nossa Senhora do Ó, medindo 15,00 m de frente, igual medida nos fundos, por 35,50 m de frente aos fundos, em ambos os lados, encerrando a área de 532,00 m2, mais ou menos, confrontando, do lado direito de quem da rua o olha, com a casa nº 227, de propriedade de Manuel Gomes Cadima ou Manuel Cadima, do lado esquerdo com o prédio nº 199, de propriedade de Rodolfo Dalla Brida, sucessor de José Dalla Brida, ambos da mesma rua, e nos fundos com os fundos do prédio nº 233 da Rua Heitor Pereira Carrilho, de propriedade de Otaviano Steter, sucessor de João e Francisco de Brito. Consta na Av.8 desta matrícula que a casa sob nº211 da Rua Ribeiro de Morais foi demolida e no terreno foi construído um prédio comercial, com a área de 912,25 m2, de 3 pavimentos (térreo e dois pavimentos) mais um subsolo. Consta na Av.10 desta matrícula a penhora exequenda da metade ideal do imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeado depositário o executado. Consta na Av.11 desta matrícula que nos autos do Processo nº 1042835-262013, em trâmite na 43ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de São Paulo/SP, requerida por BANCO DO BRASIL S/A contra ACESSO ENGENHARIA E COMÉRCIO DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA e outros, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeado depositário EDMILSON MAZZON GARCIA. Contribuinte nº 076.176.0012-7. Consta no site da Prefeitura de São Paulo/SP que há débitos inscritos na Dívida Ativa no valor de R$ 286.784,06 e débitos de IPTU para o exercício atual no valor de R$ 38.045,12.

Valor de Avaliação: R$ 2.352.995,79 (Dois milhões, trezentos e cinquenta e dois mil, novecentos e noventa e cinco reais e setenta e nove centavos) em 5/2018, que será atualizado até a data da alienação conforme tabela de atualização monetária do TJ/SP.

A descrição dos lotes é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. Os bens serão vendidos no estado em que se encontram. Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.

Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.
UsuárioAutomático PlacaCriado em Valor do lance ComissãoTotal
Nenhum resultado encontrado.
DescriçãoUsuárioCriado em
Nenhum resultado encontrado.