Terreno 488 m² - Vila Amélia - São Paulo - SP - J28581

Terreno 488 m² - Vila Amélia - São Paulo - SP
ABERTO PARA LANCES
2a Praça
  • Leilão Judicial
  • Leilão:
    ML09974
  • Lance inicial:
    R$ 557.726,55
  • Último lance:
    R$ 0,00
  • Incremento:
    R$ 5.000,00
  • Localização:
    São Paulo, SP
  • Inicio:
    13/12/2018 às 15:00:00
  • Término:
    24/01/2019 às 15:00:00
  • 462 0
APROVEITE E DE SEU LANCE. TERMINA EM:
Localização Avenida Ministro Petrônio Portela, Lote 02, Vila Amélia, São Paulo, SP
Vara 4ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP
Fórum 4ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP
Número do processo 1097565-84.2013.8.26.0100 () Controle nº: 2293/2013
Autor WESLEY DE OLIVEIRA SOUZA
Réu COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ
Descrição
MATRÍCULA Nº 103.475 DO 8º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE SÃO PAULO/SP - IMÓVEL: Um terreno situado na Avenida Ministro Petrônio Portela e na Rua João Pereira Porto, designado “lote 2”, no 4º Subdistrito - Nossa Senhora do ô, que assim se descreve: tem início na Avenida Ministro Petrônio Portela, no ponto em que se limita com o lote 1; deste ponto, segue na distância de 21,00m, pelo alinhamento da Avenida Ministro Petrônio Portela; deste ponto, deflete à direita a segue em linha reta na distância de 24,81m, confrontando com o imóvel cadastrado pelo contribuinte municipal n° 107.435.0254-7, de propriedade de Augusto de Macedo Costa Jr. e outros; deste ponto, deflete à direita e segue em linha reta na distância de 23,50m, confrontando com a área pertencente à Municipalidade de São Paulo (Sistema de Recreio); deste ponto, deflete novamente a direita e segue em linha reta na distância de 10,50m, confrontando com o alinhamento da Rua João Pereira Porto; deste ponto, deflete ligeiramente a direita e segue em linha reta 10,00m, e em curva 10,36m, até o ponto inicial desta descrição, confrontando nestes segmentos com o lote 1, encerrando uma área de 488,30m2. Consta na Av. 01 desta matrícula que conforme registro sob nº 2 da matrícula 98.773 desta Cartório, o imóvel matriculado, em área maior, garante, em hipoteca do primeiro grau, a favor da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Consta no R-2 desta matrícula que nos autos da ação de Execução Fiscal, processo nº 501.394/1/93, série 17, em trâmite na Vara de Execuções Fiscais da Comarca da Capital/SP, requerida por PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeado depositário GUATEMOZIN RODRIGUES MESQUITA. Consta na Av-3 desta matrícula que nos autos nº 0009792-26.2010.8.26.0002, em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro Regional de Santo Amaro, da Capital/SP, requerida por HENRIQUE PACHECO DE ANDRADE e outra contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-4 desta matrícula que nos autos nº 00355931720058260002, em trâmite na 5ª Vara Cível do Foro Regional de Santo Amaro, da Capital/SP, requerida por RONER MESSIAS DE CASTRO e outra contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-5 desta matrícula que nos autos nº 0104120-52.2009, em trâmite na 3ª Vara Cível do Foro Regional de Pinheiros, da Capital/SP, requerida por ROGERIO GOULART e outros contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-6 desta matrícula que nos autos nº 0133769-62.2004, em trâmite na 4ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP, requerida por ADRIANA SANTANA PEREIRA DOS SANTOS contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-7 desta matrícula a penhora exequenda do imóvel desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-8 desta matrícula que nos autos nº 0048727-59.2015.8.26.0100, em trâmite na 27ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP, requerida por ANADELZA MONICA ESCOTERO contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-9 desta matrícula que nos autos da ação de Execução Civil nº 0048487-70.2015.8.26.0100, em trâmite na 27ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP, requerida por JOELMA FERREIRA CRISPIM e outro contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-10 desta matrícula que nos autos da ação de Execução Civil nº 1026949-79.2016.8.26.0100, em trâmite na 11ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP, requerida por ODETE DA SILVEIRA BORGES contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária a executada. Consta na Av-11 desta matrícula que nos autos da ação de Execução Civil nº 0142036-42.2012.8.26.0100, em trâmite na 24ª Vara Cível do Foro Central da Capital/SP, requerida por RAFAEL DE SOUZA VARGAS contra COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ e outros, foi penhorado o imóvel objeto desta matrícula, sendo nomeada depositária COOPERATIVA HABITACIONAL SERRA DO JAIRÉ. Contribuinte nº 107.436.0322-1 (fls. 1119 dos autos). Consta no site da Prefeitura de São Paulo/SP, débitos na Dívida Ativa no valor de R$ 79,488,99 e débitos de IPTU para o exercício atual no valor de R$ 3.489,57 (14/11/2018). Débitos desta ação no valor de R$ 105.153,13 (dezembro/2017).
Valor de Avaliação: R$ 929.544,25 (Novecentos e vinte e nove mil, quinhentos e quarenta e quatro reais e vinte e cinco centavos) em 12/2018, que será atualizado até a data da alienação conforme tabela de atualização monetária do TJ/SP.

A descrição dos lotes é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. Os bens serão vendidos no estado em que se encontram. Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.

Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.
UsuárioAutomático PlacaCriado em Valor do lance ComissãoTotal
Nenhum resultado encontrado.
DescriçãoUsuárioCriado em
Nenhum resultado encontrado.